quinta-feira, 23 de julho de 2015

CONFERÊNCIAS DE LULA


Lula e suas Conferências prá Inglês Ver
João José Leal – jjoseleal@gmail.com
Lula da Silva, tem sido um péssimo exemplo de ex-mandatário. É verdade que deixou a presidência da república com elevado índice de aprovação, até com fama de estadista. Mas, teima em não sair da cena política e continua agindo como se seu mandato fosse vitalício. Considera-se responsável pela eleição de Dilma Roussef e o indispensável tutor de seu governo. Na sua evidente mediocridade, considera-se infalível, o messias que tudo sabe, tudo resolve e tudo comanda. Talvez, porisso, imagina-se intocável, acima da lei e o rei do país.
Entretanto, o tempo político é implacável e começa a cobrar-lhe o preço de suas graves faltas. Em consequência, a cortina de fumaça vai se desfazendo para revelar algumas de suas ações enganosas, para não dizer criminosas. Presidente, vangloriava-se de não ter precisado de diplomas, nem de leituras para chegar ao comando do país. Ex-presidente, passou a ser um dos conferencistas mais bem pagos do planeta, proferindo palestras que ninguém assistiu.
Agora, o manto da sorte que sempre lhe protegeu parece estar caindo. Em vez de conferências, tudo indica que as milionárias falas do ex-presidente não passaram de ações lobistas para favorecer negócios escusos com dinheiro oficial. Depois de muitas denúncias, o Ministério Público passou a investigá-lo porque há fortes indícios de que, em vez de palestras, o que houve mesmo foi tráfico de influência, com Lula oferecendo informações privilegiadas e intercedendo por vantajosos financiamentos oficiais para as grandes empreiteiras, justamente a nata da elite empresarial tão combatida em seus discursos e pelo seu partido, que ainda se diz dos “trabalhadores”.
Agora, investigado, responde com o chavão de sempre para dizer que as magistrais “conferências” foram todas realizadas e que os milhões recebidos foram devidamente contabilizados pela sua empresa de palestras e pelo instituto que leva o seu nome. Quanto a isso, parece não deve haver dúvida. O que precisa ser explicado, no entanto, é a origem do dinheiro que as empreiteiras pagaram por suas fantásticas palestras, que ninguém assistiu e nem sabe onde foram proferidas.

Dia  23/072015
 --------------------------------------------------------------------------------------------------

2 comentários:

  1. Cláudio Cabral Silva25 de julho de 2015 11:11

    Mais um tiro certeiro de Mila Ramos. Simples assim.

    ResponderExcluir