quinta-feira, 24 de maio de 2012

Vermelho





01/05/2012

RED
It’s not the sunset,
Nor the flags, neither the rare rubies.          
            This red
            Is the torn vein
            In the deep sea:
            It’s whale blood!
From a round whale
The first ballerina in the aquatic ballet
-        Floating cheerleader-
Acrobatic girl
“Saltimbanco”.

Turns and dances through the stages of the seas,
Obese and naked star,
In exotic
Provocative, sensual  moves.
Naïve creature!
You don’t suspect that the eye that spies on you
Has nothing of passion.
It is the insane human whaler
And this red that surges
And leaves  the sea  tainted
Has nothing to do with the cupid arrow:
It is a harpoon, ballerina!
…. the one before the last tail, the wave…
….the one before the last show of the seas,
Red from the blood and from the shame,
A nameless man closes the curtain…
Mila Ramos
                                                                      
translated by Esther Vieira,  do poema VERMELHO, publicado em meu livro NA GRANDE NOITE DOS GIRASSÓIS, Ed. Ipê, Joinville,SC.1998.
Texto original abaixo.


VERMELHO

Não é de pôr-do-sol,
nem de bandeiras, nem de raros rubis.
          Este vermelho é de rasgada veia
          no profundo do mar:
          é sangue de baleia!
De baleia roliça,
primeira bailarina do balé aquático
-baliza flutuante-
acobata menina, saltimbanco.

           Volteia e dança pelos palco dos mares,
           estrela obesa e nua,
           em contorções exóticas,
           provocantes, sensuais.

-Ingênua criatura!
Nem suspeita que o olho que a espreita
nada tem de paixão.
É de  insano humano baleeiro.
E este vermelho que surge
e deixa o mar tingido,
nada tem de flechada de cupido:

_ É arpão, bailarina!

... da penúltima cauda, o abano,
... do penúltimo espetáculo dos mares,
vermelho de sangue e de vergonha,
um homem sem nome, fecha o pano...
                              
                                                    Mila Ramos

6 comentários:

  1. será que pode me responder qual o significado da dedicatória do poema " a Índios Negreiros" EM VERMELHO? MANDE A RESPOSTA PARA MEU E MAIL mena.pp@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. ANGELA ACHEI NOSSO POEMA

    ResponderExcluir
  3. CHARQUEADAS PIRATINI TURMA 71

    ResponderExcluir
  4. Por favor alguém pode me dizer o que significa?
    martinsmaycon48@gmail.com ❤

    ResponderExcluir